Já imaginou elaborar estratégias que fazem com que um potencial cliente chegue até você? Com o InbouNd Marketing isso é possível!

Thais
Thaís Gaideski,
Redatora


Em uma tradução para o português, essa estratégia poderia ser chamada de “marketing de atração”, pois estamos falando de uma abordagem que faz o público chegar ao seu negócio com o objetivo de convertê-los em leads, utilizando como principal ferramenta o conteúdo.

A grande diferença com o Outbound Marketing, conhecido como marketing tradicional, é que, no Inbound, quem procura a empresa é o cliente e não o contrário e, também, o custo de vendas é até 62% mais baixo que no marketing tradicional.

Pensando nisso, são realizadas ações com o intuito de atrair o potencial cliente para seu blog ou site e, a partir disso, é realizado todo um trabalho de relacionamento por meio de um conteúdo personalizado, a fim de educar a audiência, transformar sua empresa em uma grande referência e influenciar na decisão de compra de futuros clientes.

Em resumo, o Inbound Marketing serve para 5 grandes ações:

  • Otimizar o processo de vendas;
  • Gerar conteúdos relevantes e que fazem diferença;
  • Aumentar a visibilidade da sua empresa;
  • Atrair clientes em potencial;
  • Diminuir o custo de aquisição de seus clientes.

As 5 etapas chave do Inbound Marketing

1 – Atrair

Primeiro, é importante elaborar conteúdos dignos de leitura e atenção, e assim, muitas pessoas por espontânea vontade se interessarão no assunto, engajando e sendo direcionados a consumir o produto.

Confira alguns exemplos: Blog, anúncios de pesquisa, Facebook Ads, redes sociais e outros.

2 – Converter

Nesse contexto, estamos nos referindo à ação do usuário de passar suas informações em troca de uma “recompensa” ou benefício.

Exemplos: Landing pages, CTAs, formulário, ofertas e outros.

3 – Relacionar

Apenas 3% do seu mercado em potencial está buscando por uma solução, ou seja, é aí que entra a etapa de relacionamento, onde, por meio de estratégias, “aceleramos” o processo de compra.

Exemplos: E-mail marketing, newsletter, E-mail promocional e outros.

4 – Vender

Agora chegou a hora boa: vender!

Lembrando que quanto mais complexo o produto, mais o processo de vendas tem de ser algo consultivo e completo, concluindo o papel da nutrição de leads de concretizar a venda.

Confira alguns exemplos de ferramentas para te ajudar: Lead Scoring, CRM e outros.

5 – Analisar

E agora é a hora de comprovar os seus resultados, analisar detalhadamente cada estratégia e avaliar o retorno do seu investimento com base em dados.

Exemplos de ferramentas: Web Analytics, RD Station Marketing e outros.

Utilizar estratégias de Inbound Marketing é educar o seu consumidor/cliente antes dele realizar uma compra.

Portanto, na próxima vez que bolar a estratégia de marketing para a sua empresa, pense com carinho no Inbound Marketing pois, além de possuir um custo muito menor, o retorno é muito significante a longo prazo. 😉

E você, gostou do conteúdo?

Agora que você já conhece um pouco do Inbound Marketing e todas as suas peças chaves para captação de leads, chegou a hora de colocar em prática e começar a investir. Vamos crescer juntos? 🚀

Entre em contato conosco agora mesmo e saiba mais informações!